Buscar
  • Daniel Santos

Empresas de consultoria em Growth Hacking: Tudo o que você precisa saber antes de contratar uma

Atualizado: Ago 5

Se você está lendo esse artigo, provavelmente já deve ter ao menos ouvido falar do Growth Hacking. A metodologia de Marketing Digital que ganhou o mundo já foi usada por empresas de crescimento exponencial como Spotify, DropBox, Uber e o próprio Facebook.


Justamente por essas empresas terem taxas de crescimento nada modestas de mais de 3 dígitos ao ano — Isso, é , a maior parte delas dobra de faturamento todo ano — o conceito do Growth Hacking ficou bastante chamativo para gestores e empreendedores dos mais diversos segmentos, inclusive em empresas de setores que não tem a ver com tecnologia.


Vale ressaltar que mais do que uma equipe ou processos, essas empresas tem uma filosofia orientada ao alto crescimento. Ou seja, importar esse crescimento agressivo para a sua empresa não é algo elementar, Mas também não quer dizer que seja impossível.


Justamente para tentar replicar o sucesso da metodologia, empresas como a agência Bossa Nova são focadas justamente em implantar a metodologia de Growth Hacking nas empresas.


Mas o que é esse tal de Growth Marketing, afinal?


O termo foi cunhado por Sean Ellis, que coordenou durante muito tempo o setor de marketing do Dropbox. Ele explica o conceito da seguinte forma:


"Growth Hacking se trata de fazer pequenos experimentos que trazem crescimento para o seu negócio. É uma forma de marketing baseada em experimentação".



Sean Ellis: Dizem que além de um dos criadores deta metodologia de crescimento em marketing digital, ele também é uma excelente companhia para um Happy Hour.



Ou seja, o Growth Hacking, ou Growth Marketing nada mais é do que uma metodologia baseada no método científico que vai testar até a exaustão várias estratégias, canais, e formas de se comunicar com o seu cliente e replicar aquelas que funcionam melhor.


Um ótimo exemplo desse tipo de atuação é o BigMac. O McDonalds atua com um sistema de gestão chamado de franquias, ou seja, cada unidade do famoso restaurante que você conhece tem um dono diferente.


Acontece que o BigMac não foi uma criação da matriz . Nos anos iniciais, cada um desses "donos locais" da rede criava sanduíches especiais. Acontece que o BigMac foi justamente o lanche que se destacou entre esses "lanches teste".


O que aconteceu? O lanche foi adotado em toda a rede, e sanduíches não tão bem sucedidos pararam de ser produzidos.


E o segredo está em justamente replicar o que deu certo e matar as iniciativas que não funcionaram tão bem.


É importante salientar que o Growth Hacking não se trata de promessas exageradas como "dobrar seu faturamento nos primeiros 3 meses".


O nome "Growth Hacking" ("hackeando o crescimento" em uma tradução livre) pode sugerir que se tratam de gambiarras e táticas miraculosas para conseguir alavancar o crescimento da sua empresa pela internet, mas nada poderia estar mais distante da realidade.


Se trata de ter vários testes consistentes e em grande volume. Com o tempo, seu time vai começar a entender se o melhor canal para adquirir clientes é estar bem posicionado no Google ou Email Marketing.


Caso o Email seja um canal mais eficiente, com o tempo, sua empresa vai entendendo qual a frequência certa, qual tipo de título de email usar, se ele deve ou não ter imagens, etc.


O problema de terceirizar o Growth Hacking


Gostou da metodologia? Acredita que ela faz sentido na sua empresa? Então você deve imaginar que o próximo passo é contratar uma agência de Growth Hacking, confere?


Lamento te informar que talvez esse não seja o movimento mais adequado.


Depois de alguns anos aqui na agência Bossa Nova implementando estratégias de marketing digital em empresas de diferentes tamanhos, chegamos a uma conclusão bastante impopular entre nossos colegas donos de agência:


Algumas empresas precisam contratar agências, e outras não.


Podemos ter um escritório elegante, mas sabemos que nem todas as demandas fazem sentido para uma agência de marketing digital.


Da mesma forma que algumas empresas terceirizam alguns serviços como portaria, segurança ou suporte de TI, e em outras faz mais sentido contratar um funcionário interno para estes serviços, nem toda empresa vai precisar ter uma agência de marketing digital.


Existe uma regra de ouro que diz que não faz muito sentido terceirizar sua atividade principal. Afinal, o Corinthians terceiriza a fabricação das suas camisetas, mas é a própria estrutura do time que contrata jogadores.


E contratar uma agência de Growth marketing externa pode acabar caindo no mesmo problema, com um agravante: O Growth Hacking funciona melhor quando internalizado pelo mesmíssimo motivo que foi um dos franqueados do McDonalds, e não a matriz foi quem criou o BigMac: proximidade do cliente.


Proximidade do cliente é tudo


Se os analistas de marketing da agência estiverem muito distantes da realidade do cliente, eles não vão conseguir "acertar a mão" em campanhas de marketing digital, não importa quão bem organizada esteja a metodologia de testes.


Um bom exemplo sou eu mesmo: hoje, lidero o time de marketing da Bossa Nova e tenho uma boa experiência em diferentes segmentos. Mesmo assim, suspeito que se alguém nos procurasse para fazer uma campanha para uma cervejaria, eu gastaria muito mais tempo estudando o segmento para cada ação que o marketing da empresa ficaria muito menos eficiente.


A dinâmica entre internalizar uma equipe de Growth Marketing ou terceirizar é mais ou menos essa: analistas de marketing internos vivem a cultura da sua empresa e conhecem as suas soluções com muito mais intensidade do que analistas de uma agência.


A prova cabal disso é que todas essas empresas de alto crescimento que citamos no início desse artigo tem um time de Growth Hacking dentro da própria companhia.


Embora até existam algumas empresas que terceirizam o Growth hacking, nunca vi um bom case desse tipo de atuação, e suspeito que você também nunca vá ver.


Como montar um setor de Growth Hacking na empresa


Se a sua empresa não tem a menor ideia de como implantar essa metodologia, nós da agência Bossa Nova podemos ajudar você. Temos experiência em ajudar a criar a estrutura certa para o time dentro da área de marketing, ou mesmo a montar um departamento de marketing na sua empresa, caso seja necessário.


Auxiliamos a criar processos bem definidos e indicadores de performance individual e de resultados da equipe.


Além disso, temos parcerias com profissionais chamados de RH especializados chamados HeadHunters, que "caçam" analistas adequados para a função.


Quer entender qual tipo de atuação é mais adequado para a sua empresa? Marque uma reunião de diagnóstico com a Bossa Nova.

20 visualizações

© 2020 criado por  Agência Bossa NovaTodos os direitos reservados.